Violência contra a mulher: vivências de mulheres com câncer de mama

Resumo: O câncer de mama é considerado um grave problema de saúde pública, devido sua magnitude e impacto biopsicossocial, desencadeando ainda, um sofrimento psicológico na mulher, diante das representações e significados atribuídos à doença. Objetivo: Desvelar as violências psicológica, física e sexual vivenciadas por mulheres com diagnóstico de câncer de mama e identificar se estas se reconhecem em tal situação. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo exploratório, com abordagem qualitativa, a ser realizado no Programa de Reabilitação para Mulheres Mastectomizadas - PREMMA, que funciona no Ambulatório no ambulatório Ylza Bianco do Hospital Santa Rita de Cássia. Esse programa é vinculado, por meio da extensão, à Universidade Federal do Espírito Santo, e atende mulheres que tiveram câncer de mama e foram submetidas ao tratamento cirúrgico. Para o presente estudo será utilizado um formulário semiestruturado dividido em duas partes. A primeira contendo a caracterização das participantes e a segunda parte será composta por questões norteadoras, que têm por objetivos compreender a vivência da violência após o diagnóstico de câncer de mama, e, se as mulheres reconhecem tais situações como uma violência. Os dados de caracterização das participantes serão registrados no programa Excel, e, posteriormente analisados obtendo-se medidas de frequência e dispersão. Já os dados referentes aos relatos das mulheres, serão gravados e analisados segundo a proposta de Bardin.

Data de início: 2017-08-01
Prazo (meses): 48

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Franciéle Marabotti Costa Leite
Pesquisador Rita de Cássia Duarte Lima
Pesquisador Cândida Caniçali Primo
Vice-Coordenador Eliane de Fátima Almeida Lima
Transparência Pública
Acesso à informação

© Universidade Federal do Espírito Santo 20013. Todos os direitos reservados
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe | Vitória - ES, Brasil | CEP 29.040-090