INDICADORES ASSISTENCIAIS DO SERVIÇO DE HEMODIÁLISE DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

Resumo: As alterações da parte estrutural ou funcional do rim manifestadas por um tempo superior a três meses e com comprometimento da saúde é chamada de doença renal crônica (DRC). Há alguns tipos de tratamento para DRC terminal; são eles: hemodiálise, diálise peritoneal ambulatorial contínua, diálise peritoneal automatizada e transplante renal. A Portaria 389 de 13 de março de 2014 e a RDC nº 11 de 13 de março de 2014 determinam que as unidades de Terapia Renal Substitutiva (TRS) devem avaliar o serviço através de indicadores. Metodologia: trata-se de uma pesquisa retrospectiva, descritiva e analítica, com abordagem quantitativa. Será realizada uma busca dos indicadores assistenciais do período de 01 julho de 2015 a 30 junho de 2016 e posteriormente analisados. Espera-se diagnosticar a situação dos indicadores do setor; promover o aprimoramento e a qualificação serviço em questão por meio da construção de um protocolo que aborda as ações realizadas pré, durante e pós hemodiálise; outros estudos podem surgir a partir deste.

Data de início: 2017-01-30
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Colaborador Mirian Fioresi
Coordenador Lorena Barros Furieri
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105