SÍFILIS EM GESTANTES E SÍFILIS CONGÊNITA NO ESTADO DO ESPIRITO SANTO, BRASIL: UMA ABORDAGEM POR MEIO DE RELACIONAMENTO DE BASE DE DADOS.

Resumo: Introdução e Objetivo: A sífilis é uma doença sexualmente transmitida, e em gestantes, é considerado um problema de saúde publica, se não tratado este agravo pode desencadear óbitos fetais ou então sífilis congênita por transmissão vertical. O objetivo do estudo é analisar a distribuição espacial dos casos notificados de sífilis em gestantes e congênita, no Espírito Santo, em um período de 2007 a 2012. Material e métodos: Trata-se de um estudo ecológico, a ser realizado no estado do Espírito Santo – Brasil, o estudo incluirá os casos de sífilis notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), em um período de 2007 a 2012. Serão calculados o índice de Moran, o estimador bayesiano empírico local (Lbayes) e o estimador bayesiano empírico global (GEbayes); pelo software TerraView versão 4.2.0. Este projeto foi aprovado pelo comitê de Ética e Pesquisa do Centro de Ciências da Saúde/Universidade Federal do Espírito Santo, sob número 640.580 em 30/04/2014.

Data de início: 2016-01-10
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Karllian Kerlen Simonelli Soares Falcão
Coordenador Thiago Nascimento do Prado
Pesquisador Angelica Espinosa Barbosa Miranda
Transparência Pública
Acesso à informação

© Universidade Federal do Espírito Santo 20013. Todos os direitos reservados
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe | Vitória - ES, Brasil | CEP 29.040-090