Biomonitorização do chumbo na população residente na região metropolitana de Vitória-ES

Resumo: Como resultado da exposição a fontes exógenas, todos os indivíduos possuem chumbo em seus organismos. Entretanto este metal não possui nenhuma atividade fisiológica e exerce efeitos tóxicos em todos os sistemas do organismo. A população residente na cidade de Vitória (ES) e suas imediações pode apresentar níveis críticos de chumbo devido a presença de grandes indústrias do ramo da mineração acrescida da exposição à poluição corriqueira das grandes cidades. Deste modo, este estudo propõe avaliar a exposição populacional ao chumbo através da determinação da concentração sanguínea desses metais e sua relação com os dados sociodemográficos e estilo de vida da população estudada. Serão estudados os doadores de sangue do HEMOES. O doador de sangue será convidado a participar da pesquisa. O entrevistador deixará claro que a participação é voluntária e facultativa, além de garantir a confidencialidade do participante. Caso concorde em participar da pesquisa, o participante deverá assinar o termo de consentimento livre e esclarecido. Serão colhidas amostras sanguíneas e será aplicado um questionário pré-estruturado. Para a análise estatística os dados serão introduzidos em um banco de dados através de um software estatístico. O teste estatístico será adequadamente escolhido para cada análise e o nível de significância adotado será de 5%.

Data de início: 2013-05-14
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Maylla Ronacher Simões
Aluno Mestrado KAROLINI ZUQUI NUNES
Coordenador Mirian Fioresi
Pesquisador Dalton Valentim Vassallo
Pesquisador Edna Aparecida Silveira Almeida

Páginas

Transparência Pública
Acesso à informação

© Universidade Federal do Espírito Santo 20013. Todos os direitos reservados
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe | Vitória - ES, Brasil | CEP 29.040-090