AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE UMA EQUIPE DE ENFERMAGEM QUANTO AOS RISCOS E MANUSEIO DO MERCÚRIO

Resumo: Há séculos, o mercúrio é utilizado comercialmente e na medicina. No passado era um componente comum em muitos medicamentos e ainda é o principal conservante empregado em vacinas. Mesmo com o conhecimento da sua toxicidade, ainda é utilizado em equipamentos hospitalares, como termômetros e esfigmomanômetros e, comercialmente, em lâmpadas fluorescentes e baterias. Desta forma, o seu uso leva a exposição tanto ocupacional como acidental.
Enfermeiros, médicos, pacientes, e outros trabalhadores dos serviços de saúde estão expostos ao mercúrio elementar quando derramado em hospitais, clínicas e laboratórios. À temperatura ambiente, o mercúrio metálico (líquido), pode se transformar em vapor em quantidades significativas, expondo os trabalhadores ou os pacientes do local a níveis potencialmente altos de exposição. Sem que as pessoas percebam, estes vapores são aspirados e entram no organismo através do sangue, instalando-se nos órgãos. o presente estudo busca avaliar as técnicas de manuseio destes equipamentos e o conhecimento da equipe de enfermagem, de um setor de pediatria, em relação aos riscos provenientes desta exposição. O setor de pediatria foi escolhido, pois além da exposição dos trabalhadores, as crianças formam uma população crítica de exposição a este metal.

Data de início: 2011-08-18
Prazo (meses): 16

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Mirian Fioresi
Transparência Pública
Acesso à informação

© Universidade Federal do Espírito Santo 20013. Todos os direitos reservados
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe | Vitória - ES, Brasil | CEP 29.040-090