Concepções Teóricas da Pratica de Enfermagem

Código: PENF-0068
Curso: Mestrado Profissional em Enfermagem
Créditos: 3
Carga horária: 45
Ementa: Estuda as perspectivas introdutórias da filosofia da ciência; a evolução do conhecimento científico; a ciência e os novos paradigmas; as bases filosóficas, teóricas, metodológicas e tecnológicas que fundamentam o conhecimento e o cuidado de enfermagem, as dimensões do saber e do fazer da enfermagem; os modelos de aproximação teórico-prático da enfermagem.
Bibliografia: Manual de diagnósticos de enfermagem. 13 ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.
ALFARO-LEFEVRE, R. Aplicação do processo de enfermagem: Uma Ferramenta para o Pensamento Crítico. 7ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.
BATES, Bárbara. Propedêutica Médica. 8 ed. RJ.: Editora Guanabara, 2005.
CARPENITO- MOYET, L. J. Planos de cuidados de enfermagem e documentação: diagnósticos de enfermagem e problemas colaborativos. 5 ed. Porto alegre: Artmed, 2011.
CHAUÍ, M. Um convite a filosofia. 13 ed. S. Paulo: Editora ÁTICA. 2006
CIANCIARULLO, T. I. Instrumento básicos do cuidar: um desafio para a qualidade de assistência. São Paulo: Atheneu, 2000.
COLLlÈRE, M. F. Promover a vida. Lisboa: Edição técnica e Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, 1999.
_____________ Cuidar... A primeira arte da vida. 2ª ed. Lisboa: Edição técnica e Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, 2001.
CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Principais Legislações para o exercício da Enfermagem. Disponível em www.corensp.org.br. Acesso em 04 de março de 2014.
CONSELHO INTERNACIONAL DE ENFERMAGEM. Classificação internacional para a prática de enfermagem - versão 1. Conselho Internacional de Enfermagem: tradução Heimar de Fatima Marin, São Paulo, 2007.
FOUCOULT, M. Arqueologia das ciências e história dos sistemas de pensamento. Org. dos textos Manoel Barros da Motta. Trad. Elisa Monteiro. Rio de Janeiro: Forense Universitária. 2000.
GAIDZINSKI, R.R; . SOARES, A. V. N; LIMA , A. F. C. et al. Diagnóstico de enfermagem na prática clínica. Porto Alegre: Artmed; 2010.
GARCIA, T. R.; NÓBREGA, M. M. L. Processo de Enfermagem e os Sistemas de Classificação dos Elementos da Prática Profissional: Instrumentos Metodológicos e Tecnológicos do Cuidar. In: SANTOS, I. dos. et al. Enfermagem Assistencial no Ambiente Hospitalar: realidade, questões e soluções. São Paulo: Atheneu, 2005.
GARCIA, T.R.; EGRY, E.Y. Integralidade da atenção no SUS e sistematização da assistência de enfermagem. Porto Alegre: Artmed; 2010.
GEORGE, Júlia B. (coord) et all. Teorias de Enfermagem: Os fundamentos a prática profissional. 4ª ed.. Porto Alegre: Artmed, 2000.
HORTA, Wanda de Aguiar. O Processo de Enfermagem. São Paulo. EPU. 2003
JARVIS, CAROLYN. Exame físico e Avaliação de Saúde. 6 ed. R.J. Guanabara Koogan, 2012.
Mc EWENS, M.; WILLS, E. M. Bases teóricas para enfermagem. Porto Alegre: Artmed. 2009
McCLOSKEY, J. C.; BULECHECK, G. Classificação das intervenções de enfermagem (NIC). 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2004 Porto Alegre: Artmed, 2005.
MCEWEN, M; WILLS E.M. Bases teóricas para enfermagem. 2 ed. Porto Alegre: Artmed; 2009.
MEIS, de L. Ciência, educação e o conflito humano-tecnológico. 2. ed.. rev. e amp. São Paulo: Senac, 2002
MOORHEAD, S; JOHNSON, M.; MAAS, M. Classificação dos resultados de enfermagem (NOC). 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2008.
NANDA International. Diagnósticos de Enfermagem da NANDA: definições e classificação 2009-2011. Porto Alegre: Artmed, 2009.
MORHANA, J. O mundo e eu. 7ª ed. Rio de Janeiro: Agir Editora. 1978
NEUMAN, B.; FAWCETT, J. The Neuman Systemes Model. 5ª ed..New York: Pearson, 2011.
OGUISSO, Taka Ética e Bioética: desafios para a enfermagem e a saúde. Barueri, São Paulo. Manole, 2007
OGUISSO, Taka. Trajetória Histórica e Legal da Enfermagem. Barueri, 2ª ed. São Paulo. Manole, 2007
OGUISSO, Taka; SCHMIDT, Maria José. O Exercício da Enfermagem - Uma Abordagem Ético-Legal. Rio de Janeiro. Guanabara Koogam. 2007
SANTOS, Boaventura de Souza. Um discurso sobre a ciência. São Paulo: Cortez. 4ed. 1987.
SANTOS Elaine Franco et al. Legislação em Enfermagem - Atos Normativos do Exercício e do Ensino. Rio de Janeiro. Atheneu. 2006
SECAF, Victoria. Enfermeiras do Brasil: História das Pioneiras. São Paulo: Martinari, 2007.
SEIDEL, H, M.; et al. Mosby Guia de Exame Físico. 6 ed. RJ.: Guanabara Koogan, 2008.
SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez. 2007
TANNURE, Meire Chure. GONÇALVES, Ana Masria Pinheiro. SAE - Sistematização da Assistência de Enfermagem. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.2007.
TEXEIRA, E. As três metodologias: acadêmica da ciência e da pesquisa. 11 ed. São Paulo: Vozes. 2014.
VOLPATO, G. Ciência: da filosofia à publicação. 6º ed. Revisada e Ampliada. São Paulo: Cultura Acadêmica. 2013.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105