Políticas em Saúde

Código: PENF-0066
Curso: Mestrado Profissional em Enfermagem
Créditos: 2
Carga horária: 30
Ementa: Trata da formação do Estado brasileiro, estuda o processo de organização e institucionalização das políticas de saúde no Brasil, enquanto uma política pública. Estuda os condicionantes sociais e políticos da democracia e cidadania brasileira. Estuda o movimento sanitário, a reforma sanitária, os modelos de atenção em saúde e as conferências nacionais de saúde. Aborda as perspectivas do SUS no contexto das políticas públicas e das perspectivas contemporâneas para o setor e as interfaces com as práticas de enfermagem.
Bibliografia: AVRITZER, L. Sociedade civil e estado no Brasil: da autonomia à interdependência política. Ciência Opin. Pública vol.18 nº 2 Campinas Nov. 2012

BAPTISTA, T. W. de F. História das Políticas de Saúde no Brasil: a trajetória do direito à saúde. In: Matta, G. C.; Pontes, A. L. de M. (orgs). Políticas de saúde: organização e operacionalização do Sistema Único de Saúde. Rio de Janeiro: EPSJV/Fiocruz, 2007. p. 29-60

BRASIL (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal. Brasil (1994).

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. SUS: avanços e desafios./ Conselho Nacional de Secretários de Saúde. – Brasília: CONASS, 2006.

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. CONASS. Debate – Caminhos da Saúde no Brasil / Conselho Nacional de Secretários de Saúde. – Brasília : CONASS, 2014. 100 p.

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Legislação estruturante do SUS Volume 13. Para Entender a Gestão do SUS 2011– Brasília : CONASS, 2015. 11 p. http://www.conass.org.br/biblioteca/pdf/atualizacao-2015/L13_Legislacao-...

Baptista, T. W. F. História das políticas de saúde no Brasil: a trajetória do direito à saúde. In: Matta, Gustavo Correa; Pontes, Ana Lucia de Moura (Org.). Políticas de saúde: a organização e a operacionalização do Sistema Único de Saúde. Rio de Janeiro: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, 2007. v. 3.

CAMPOS, G. W. S. et all. Manual de praticas de atenção básica: saúde ampliada e compartilhada. São Paulo: Hucitec, 2008,411p.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil. O longo Caminho. 3ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. (Tem na biblioteca e tb em PDF)

COHN, A. O estudo das políticas de saúde: implicações e fatos. In: CAMPOS, Gastão Wagner de Sousa et. al. Tratado de saúde coletiva. São Paulo: HUCITEC; Rio de Janeiro, Ed. Fiocruz, 2007, p. 219-246.

DOCUMENTO CEBES – Vinte anos do SUS: celebrar o conquistado, repudiar o inaceitável. Saúde em Debate, Rio de Janeiro: v.33, n.81, p.185-188, jan./abr.2009

LIMA,N. T.., Gerschman, S. (org) Saúde e Democracia : O Sistema Único de Saúde em perspectiva histórica. Rio de Janeiro: Fiocruz/OPAS, 2005. (Parte I e II)

PAIM, JS. Uma análise sobre o processo de Reforma Sanitária Brasileira. In: Saúde em Debate, Rio de Janeiro. V.33, n.81, p.27‐37, jan/abr.2009

PAIM J, Travassos C, ALMEIDA C, Bahia L, MACINKO J. O sistema de saúde brasileiro: história, avanços e desafios. TheLancet.com. may 2011. p. 11 -31. DOI: 10.1016/S0140-
6736(11)60054-8 http://download.thelancet.com/flatcontentassets/pdfs/brazil/brazilpor1.pdf

SANTOS, Álvaro Silva; MIRANDA, Sonia Maria Rezende Camargo. A Enfermagem na gestão da Atenção Primaria à saúde. São Paulo: Manole, 2007.

TEIXEIRA C.F.; SOLLA J.P. Modelo de atenção à saúde: promoção, vigilância e saúde da família. Salvador: Edufba; 2006. 236 p.

Transparência Pública
Acesso à informação

© Universidade Federal do Espírito Santo 20013. Todos os direitos reservados
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe | Vitória - ES, Brasil | CEP 29.040-090